Varejo, como reagir?

Postado em 25/03/2020


Estamos vivendo um momento importante no nosso país. A pandemia do coronavírus impacta de duas formas: Primeiro o sistema de saúde e em consequência a economia. Devido ao alto grau de contágio do coronavírus, as secretarias de saúde de todo o mundo em contato com a OMS, Organização Mundial de Saúde estão adotando medidas severas para conter a proliferação do vírus e reduzir os impactos na sociedade. Isolamento social, fechamento de locais onde pode haver aglomeração de pessoas como escolas, shoppings centers, bares, restaurantes e o varejo não essencial: roupas, variedades, calçados, utilidades para o lar e etc são algumas dessas medidas adotadas pelo mundo contra a Covid-19.

Mas, porque essas medidas são tão importantes? De acordo com a OMS,  medidas como o isolamento social, mantém a proliferação do Covid-19 sob controle e faz com que os órgãos responsáveis pela saúde tenham como cuidar de todos os cidadãos que necessitarem de assistência, pois, reduz o contato e faz com que o vírus não chegue em áreas ainda não afetadas.

Entretanto, é sabido que uma das consequência do isolamento e das medidas que prevê o fechamento do comércio, gera uma grande instabilidade financeira e até risco de quebra de muitos negócios, já que os custos fixos não param de chegar. Pagamento de funcionários, aluguel do ponto comercial, impostos, empréstimos, dívidas com fornecedores e muitos mais.

Diante de um cenário tão imprevisível é hora de inovar e pensar em novas oportunidades. Estimular as vendas online, oferecer serviços delivery, manter a empresa visível nas redes sociais são exemplos do que é possível fazer para gerar algum engajamento de consumo. Aproveite esse momento para traçar estratégias para sua empresa, utilize o seu sistema de gestão para colocar todos os registros em dias, fazer manutenção no cadastro dos produtos, atualizar dados de compras e vendas, realizar inventário do estoque e até mesmo rever o planejamento financeiro da sua empresa.

O isolamento agora garante que a recuperação do mercado aconteça mais cedo, pois o contágio viral vai está controlado e aos poucos retomamos o fluxo das atividades e consequentemente a recuperação da economia.